terça-feira, 12 de junho de 2018

Passadiços de Arcozelo



Nos Passadiços de Arcozelo


Os Passadiços de Arcozelo traduzem-se em cerca de dois quilómetros e meio (menos!) de extensão ao longo de estruturas de madeira e de estradão de asfalto e de terra batida. Um pequeno passeio linear com início junto do parque de merendas de Arcozelo onde, depois de estacionado o carro, também é possível visitar a capela e museu da Santa Maria Adelaide. 

Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo - estradão de terra batida


Nos Passadiços de Arcozelo - estradão de asfalto


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo - estrutura de madeira


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo - campo de golfe 


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Capela do Senhor da Pedra - Miramar


Praia de Miramar


Em Miramar - Arcozelo - Vila Nova de Gaia


Em Miramar


Em Miramar

Em Miramar


Em Miramar


Em Miramar


Em Miramar


Em Miramar


Nos Passadiços de Arcozelo - Lagarto


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Nos Passadiços de Arcozelo


Parque de merendas de Arcozelo


No parque de merendas de Arcozelo


Somando a ida e a volta, o passeio perfaz um total de cerca de cinco quilómetros (menos!) de extensão e uma hora de duração. Uma caminhada de nível fácil que liga a zona centro da freguesia de Arcozelo à zona litoral. Dando assim a conhecer, na partida, a 'Santinha de Arcozelo'  e, na chegada, a praia de Miramar e a capela do Senhor da Pedra.

Aventurem-se e boas caminhadas!

Um até já,

TS


quarta-feira, 30 de maio de 2018

Rota da Cereja

A Rota da Cereja é a tradução do melhor vivido por terras do Fundão. Iniciada à entrada da freguesia de Alcongosta, esta é uma pequena rota circular com cerca de 10 km de extensão e três horas e meia de duração. Um destino onde o Pé ante pé comprova que as cerejeiras - ora em flor ora carregadas de fruto - são um belo cartão de visita entre os mês de Abril e Junho.

Na Rota da Cereja de Alcongosta (Fundão)


Conhecido por ser a capital da cereja, o concelho do Fundão do distrito de Castelo Branco atrai aqueles que ambicionam ver os maravilhosos cenários proporcionadas pelas cerejeiras. Estas árvores de fruto que, seja em flor ou cheias de cerejas, estão sob a guarda da encosta norte da Serra da Gardunha. E ainda têm uma vista privilegiada sobre a Torre da Serra da Estrela.

Painel/ folheto informativo da PR 7 - Rota da Cereja


À entrada da freguesia de Alcongosta


Aparecimento do fruto (cerejas)


Cerejeiras em flor


Capela e Largo de São Sebastião


Rota da Cereja incluída nas rotas da Gardunha


Torre da Serra da Estrela


Fundão aos pés da Torre da Serra da Estrela


Na Serra da Gardunha


A desvendar os trilhos da Rota da Cereja


Esquilo com uma bolota 'em mãos'


Cerejeiras em flor


No meio de cerejeiras em flor


Intersecção com a Rota da Pedra d' Hera na estrada asfaltada


Os trilhos rurais e montanhosos compõem a PR 7 do Fundão


Cerejeiras


Cerejas em fase de crescimento e amadurecimento


Refogadouro é uma fogueira entre pedras


Estando à entrada de Alcongosta, o Pé ante pé segue em direcção à capela de São Sebastião. E, daqui, envereda por trilhos florestais e montanhosos. Atinge os campos de cerejeiras e a intersecção com a PR 3 (Rota da Pedra d' Hera) do Fundão, finalizando com a passagem pelo refogadouro. O local onde as varas dos castanheiros(*) são transformadas em vergas para produção de cestos.

Aventurem-se e boas caminhadas!

Um até já,

TS




(*) Para além das cerejeiras, os castanheiros são árvores com grande importância em Alcongosta. Pelo seu fruto e pelas suas varas que muito contribuem para o desenvolvimento local da cestaria.